terça-feira, junho 06, 2006

Carta aberta ao 1º ministro

Carta aberta ao 1º ministro

Senhor primeiro-ministro, amigo Zé, pá...

Já deu para ver que, no estado em que as coisas estão, há que sacar dinheiro
ao pessoal de qualquer maneira. E como aumentar mais uma vez os impostos
dava muito nas vistas, agora até na praia, o chamado mergulho de chapão com
bandeira amarela ou mesmo uma simples entrada em água com bandeira
vermelha, dá para colocar uma quantia valente (de 55 a mil euros) nos
depauperados cofres do estado
.
Caramba, porque é que não disseste mais cedo, Socas? Ora aqui o teu muito
patriota amigo não quer que penses em mais estratagemas deste tipo e
envia-te uma singela lista de coisas que ainda não pagam multa, mas que com
a tua ajuda e com alguém que te prepare a legislação, é só meter no Diário
da República e vais ver que o défice das contas estatais se esfuma num
instante. E ainda se ajuda a tornar o nosso Portugal num país mais bonito,
como bónus. Ora cá vai disto:

LISTA DE COISAS A TAXAR (em breve)

- Uso de meia branca com sapatinho escuro (cem a mil euros)
- Bigode à futebolista dos anos oitenta (duzentos a 2000 euros)
- Coçar os genitais em público (150 a 1500 euros)
- Utilização do colete reflector nas costas do banco do condutor (120 a 1200
euros)
- Passear de fato de treino por centros comerciais ao fim de semana
(quatrocentos a 4000 euros)
- Raparigas com excesso de peso envergando roupa apertadíssima (130 a 1300
euros)
- Uso de óculos de sol em discotecas e restaurantes (quinhentos a 5000
euros)
- Utilização das expressões prontos, portantos, stander de automóves etc...
( 140 a 1400 euros)
- Uso de sandália com peúga (trezentos a 3000 euros)

Pronto, cá está, Socas, usa e abusa. Quem é amigo, quem é?

1 Comments:

Blogger Baião said...

O campeao ainda e vivo!
Eu apoio todas as medidas propostas menos a do coçar os genitais em publico q assim vou a falencia...

10:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


Site Counter Hit Counter