sexta-feira, novembro 24, 2006

O small talk

Aqueles que me conhecem sabem que não tenho nenhuma paciência pelo small talk. Não é por nada. Apenas não gosto.
Esta semana tive um jantar que sabia à partida que teria que ter a minha taxa de small talk elevada. Confesso que com uns copinhos sinto-me mais confiante para enfrentar qualquer tipo de small talk e por isso até passou bem. Assim, fui durante uns minutos o melhor amigo de um professor não sei de quê em Praga, conheci duas miudas que querem ir para Praga estudar, um radialista português em Macau, tive lições sobre os movimentos de extrema-esquerda portuguesa e sobre a constituição do Bloco, se a Joana Amaral Dias era abrutalizada de forma a que não a vissem como uma mulher bonita mas como uma besta verborreica, que a Joana Amaral Dias é muita boa, que também quem é muita boa é Monica Belluci e a Giselle Blunchen e uma animada conversa sobre cinema de animação com um estudante de engenharia. Quer dizer... isto são as ideias gerais que apanhei porque na maior parte das convesas não percebemos metade do que se diz por causa do barulho. Mas mesmo assim estamos ali a fazer o ar mais interessado do mundo, como se para nós, não houvesse mais nada tão importante como saber se o Nemo é melhor que a Fuga das Galinhas
Sei que alguns destes vou encontrar mais vezes mas aos outros fica o meu obrigado por manterem uma conversa tão animada.

PS
O Moreira não gosta lá muito de vinho tinto.

3 Comments:

Blogger FM said...

Por isso, quando me apetece um tintinho tenho que aproveitar

12:20 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

por acaso o radialista de macau não era um Zé Carlos...

6:23 da tarde  
Blogger MA said...

por acaso era

11:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


Site Counter Hit Counter